Ciência Sem Fronteiras seleciona quatro alunos do IFPR para graduação sanduíche no exterior – Instituto Federal do Paraná

Notícias

Ciência Sem Fronteiras seleciona quatro alunos do IFPR para graduação sanduíche no exterior

Publicado em

Copiado!

O programa Ciência Sem Fronteiras aprovou quatro alunos do Instituto Federal do Paraná para realizar intercâmbio. A divulgação, realizada pelo Governo Federal, foi ontem, dia 24 de abril. O Ministério da Educação contabilizou 12.282 novos bolsistas que irão cursar “graduação sanduíche” em 2013. Segundo o site do programa, as bolsas são para início em junho de 2013.

Dos quatro alunos selecionados, três são do curso de  Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Câmpus Londrina. São eles:  Lino Henrique Magalhães Nardin,  Leonardo Carvalho Grade e Vitória Colito Gardim. Os alunos irão realizar a graduação sanduíche na Austrália, Canadá e Reino Unido, respectivamente.  A quarta aprovada é a aluna Daiane Leite, do curso de Farmácia, do câmpus Palmas. Daiane foi selecionada no edital que envia alunos para Irlanda. O site do programa orienta para que os alunos que foram aprovados aguardem mensagem das agências para mais esclarecimentos sobre os procedimentos que devem ser adotados.

O Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. A iniciativa é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento – CNPq e Capes –, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC. O objetivo é qualificar 101 mil estudantes até 2015.

A coordenadora de Relações Internacionais do IFPR (DAES/PROENS), Glaucia Julião Bernardo, explica que o Ciência Sem Fronteiras oferece oportunidades que representam muito mais do que estudar em outro país ou em outra instituição: “Além de obter um certificado e/ou diploma de uma instituição estrangeira e aprofundar conhecimentos de outro idioma, esse tipo de experiência traz um aprendizado para a vida”. O envio de quatro alunos do IFPR foi fruto de uma ação integrada da Coordenação(CRI), Diretoria de Ensino Superior e Graduação (DESUP) e Diretoria de Assuntos Estudantis (DAES), todas vinculadas à Pró-Reitoria de Ensino (PROENS).

De acordo com o site do programa, ainda há ainda chamadas públicas abertas para Áustria, Bélgica, China, Finlândia e Irlanda. O resultado desses editais deve ser divulgado em maio.

Saiba mais…

Ciência Sem Fronteiras oferece diversas possibilidades de intercâmbio no exterior 

 

Topo