IFPR passa a transmitir curso preparatório para provas do Enem e vestibulares – Instituto Federal do Paraná

Notícias

IFPR passa a transmitir curso preparatório para provas do Enem e vestibulares

Publicado em

Copiado!

A partir de amanhã, dia 23, o Instituto Federal do Paraná passa a transmitir aulas para os estudantes que estão se preparando para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e concursos vestibulares. Segundo Edilson Chaves, coordenador do curso, tudo já está preparado para a transmissão do primeiro programa. “Vamos seguir as áreas determinadas para a prova do Enem, começando pelas Ciências da Natureza”, explica. A parceria entre o núcleo de Educação à Distância (EaD) do IFPR e o grupo de professores que desde 2004 desenvolve o programa Eureka no Paraná permite oferecer este curso preparatório para pelo menos 70 mil estudantes em todo Brasil.

Como as provas serão realizadas nos dias 22 e 23 de outubro, as aulas iniciais transmitidas pelo IFPR terão como foco a preparação dos alunos para a interpretação e entendimento das provas. “Vamos mostrar como as questões são elaboradas com intuito de apurar a percepção do estudante”, explica Edilson. O professor destaca que em sete anos o programa Eureka atendeu em torno de 100 mil alunos e que era preciso levar adiante esta iniciativa.  O curso será transmitido por dois canais de satélite, portal educacional e a TV da UFPR, sem custo para os alunos.

Por satélite, os programas serão apresentados ao vivo das 18h às 19h de sexta-feira, com reprise também no mesmo horário, nas segundas, terças e quintas. No sábado e domingo, o Eureka vai ao ar às 10h da manhã. Além destes horários por satélite, o aluno também pode baixar o programa gravado por meio do Portal Educacional. “Serão mantidos plantões web e pelo 0800, todos os dias da semana, para que os estudantes tirem suas dúvidas”, explica José Carlos Ciccarino, diretor geral do núcleo de Educação à Distância do IFPR.

De acordo com o professor Marlus Geronasso, coordenador do projeto, o Eureka reunirá professores e alunos de diversas instituições de ensino público além dos estudantes do IFPR. “Teremos alcance nacional, pois contamos com secretarias estaduais de educação e outros Institutos federais como parceiros nesse projeto”, afirmou Geronasso.

Topo