Propriedade do imóvel do Câmpus Palmas é transferida ao IFPR – Instituto Federal do Paraná

Notícias

Propriedade do imóvel do Câmpus Palmas é transferida ao IFPR

Publicado em

Copiado!

O governador Beto Richa sancionou nesta quinta-feira (12) a lei que formaliza a doação do imóvel onde está localizado o Câmpus Palmas do IFPR. A transferência de propriedade resolve uma pendência que dificultava o repasse de recursos do Governo Federal. A cerimônia de assinatura foi realizada no pavilhão de esportes do Câmpus, com a presença do reitor do IFPR, professor Luiz Gonzaga Alves de Araújo, do secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Santos Leal Neto, professores e estudantes.

A estrutura do Câmpus Palmas foi desapropriada do antigo Centro Universitário Católico do Sudoeste (Unics). Quando o Unics foi federalizado, em março de 2010, o governo do Estado comprou o imóvel para, na sequência, transferi-lo ao IFPR. O processo de transmissão de propriedade foi concluído com a sanção da lei.

Localizado no Sudoeste do Estado, a unidade tem 17 mil metros quadrados de área construída em 70 hectares. A estrutura dispõe de biblioteca, 20 laboratórios, ginásio poliesportivo, centro de ginástica olímpica e piscina aquecida.

“Educação é o único meio de transformar uma sociedade e é prioridade no nosso governo”, disse o governador. Ele informou que irá pedir ao Governo Federal a construção de unidades do IFPR nos municípios de Mangueirinha e Clevelândia.

O apoio do governo do Estado ao IFPR faz parte do esforço para promover a melhoria da qualificação profissional no Paraná. O governador Beto Richa assumiu com entidades representativas de empresários e trabalhadores o compromisso de dar prioridade à formação de mão de obra no Estado.

Para o secretário Alípio Leal, ex-reitor do IFPR, a iniciativa do governo paranaense vai contribuir para o desenvolvimento econômico da região e também do norte de Santa Catarina. “Com este ato, o governador cumpre um compromisso de dar prioridade à educação e garante ensino superior de qualidade para uma região que estava desassistida”, afirmou. “É importante destacar que todo o processo educacional está voltado para as vocações e potencialidades regionais”, disse.

O reitor do IFPR, Luiz Gonzaga Alves de Araújo, citou a ação dos discentes: “Os acadêmicos, na  mobilização por mais professores e técnicos, colaboraram com a sanção desta lei, que vem de encontro às nossas necessidades, pois agora o câmpus terá orçamento, vai crescer e atender à população”.

Com informações da Agência Estadual de Notícias e do Câmpus Palmas do IFPR.

Topo