IFPR abre processo seletivo interno para quatro bolsas do Programa Ciência Sem Fronteiras – Instituto Federal do Paraná

Notícias

IFPR abre processo seletivo interno para quatro bolsas do Programa Ciência Sem Fronteiras

Publicado em

Copiado!

A Coordenação do Programa Ciência sem Fronteiras no IFPR e a Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação (Proepi) lançaram, nesta sexta-feira, a Chamada Interna nº 001/2012 – REITORIA, que rege o processo interno de seleção de estudantes dos cursos de graduação para 04 bolsas de graduação-sanduiche (bolsas SWG), oferecidas através do Programa Ciência Sem Fronteiras (CSF). As inscrições podem ser feitas até o dia 11 de maio.

As bolsas foram concedidas ao IFPR pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, em virtude do desempenho da instituição nos Programas de Bolsas de Iniciação Científica. O benefício terá a duração de seis a 12 doze meses, de acordo com o plano de atividades apresentado pelo professor orientador do estudante no ato da inscrição. Durante o período em que tiver no exterior, o estudante deverá cumprir seis meses de atividades acadêmicas, sendo que esse tempo poderá ser extendido por até seis meses, correspondentes a atividades de pesquisa ou inovação em indústria, centro de pesquisa ou laboratório.

Os auxílios a serem recebidos pelo estudante selecionado são:
a) Bolsa auxílio financeiro mensal, conforme Tabela de Bolsas Individuais no Exterior, que traz valores variáveis de acordo com o país de destino;
b) auxílio-instalação equivalente, a uma bolsa auxílio financeiro mensal e proporcional à duração da bolsa;
c) passagem aérea de ida e volta, em classe econômica;
d) seguro-saúde, proporcional à duração da bolsa, exceto para bolsistas que se dirijam a países que ofereçam assistência médica gratuita.

Inscrições

As inscrições dos estudantes devem ser apresentadas por um Professor Orientador do IFPR, que será o responsável pela indicação do candidato à bolsa e pelo encaminhamento da proposta. Além disso, caberá ao professor orientador elaborar, juntamente com o estudante, o Plano de Atividades, observando-se a possibilidade do reconhecimento dos créditos que serão obtidos no exterior, de modo a não haver prejuízo em relação à vida acadêmica do aluno. O professor poderá responsabilizar-se pela orientação de um ou mais estudantes.

Podem ser candidatos às bolsas os estudantes que tenham participação destacada em programa de iniciação científica ou tecnológica, a ser confirmada por declaração da Proepi. Além disso, é necessário que o estudante tenha concluído as disciplinas consideradas necessárias para o bom aproveitamento dos estudos no exterior e tenha conhecimento suficiente do idioma para o desenvolvimento das atividades na Instituição de destino. É imprescindível que o candidato seja maior de idade e esteja matriculado em cursos das áreas prioritárias do Programa Ciência sem Fronteiras.

Documentos necessários à inscrição

Os documentos deverão ser encaminhados por malote ou entregues pessoalmente na Coordenadoria de Relações Internacionais do IFPR (localizada na Rua João Negrão, 1285, Rebouças, 3.º andar). O horário de funcionamento da Coordenadoria de Relações Internacionais, para o recebimento presencial das propostas é de segunda a sexta-feira, das 08:30 às 12:00 e das 13:00 às 17:30. Os documentos necessários à inscrição são:

a) Formulário de Inscrição devidamente preenchido (anexo à Chamada Interna 001/2012);
b) Cópia do Currículo Lattes atualizado e comprovado;
c) Histórico Escolar oficial do IFPR, assinado e carimbado pela Secretaria de Registro Acadêmico;
d) comprovante de matrícula no IFPR;
e) Plano de Atividades (anexo à Chamada Interna 001/2012);
f) declaração ou carta de aceite do orientador/Instituição de destino, para o(s) aluno(s) indicado(s). A carta de aceite deverá ser acompanhada dos valores de tuitions/fees, acomodação e refeição, quando for o caso, os quais serão pagos exclusivamente à Instituição de destino;
g) declaração da PROEPI referente a participação do estudante em programa de iniciação científica ou tecnológica;
h) declaração da Coordenação do curso ao qual o aluno está vinculado referente a conclusão das disciplinas consideradas necessárias para o bom aproveitamento dos estudos no exterior;
i) certificado de proficiência da língua estrangeira solicitado pela instituição de destino.
j) cópia do RG e CPF do aluno indicado.

Sobre o programa

Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. A iniciativa é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento – CNPq e Capes –, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC.

O projeto prevê a utilização de até 75 mil bolsas em quatro anos para promover intercâmbio, de forma que alunos de graduação e pós-graduação façam estágio no exterior com a finalidade de manter contato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação. Além disso, busca atrair pesquisadores do exterior que queiram se fixar no Brasil ou estabelecer parcerias com os pesquisadores brasileiros nas áreas prioritárias definidas no Programa, bem como criar oportunidade para que pesquisadores de empresas recebam treinamento especializado no exterior.

Topo