No dia dos professores, Paraná ganha oficialmente mais quatro campi do IFPR – Instituto Federal do Paraná

Notícias

No dia dos professores, Paraná ganha oficialmente mais quatro campi do IFPR

Publicado em

Copiado!

Foram inauguradas nesta sexta-feira (15), dia dos professores, mais quatro campi do Instituto Federal do Paraná (IFPR). A cerimônia foi realizada simultaneamente nas unidades de Telêmaco Borba, Jacarezinho, Umuarama e Paranavaí. O evento foi transmitido via satélite para todo o país, por meio da NBR (a TV do Governo Federal) e pela TV MEC. O presidente Lula e o ministro da Educação, Fernando Haddad, participariam da solenidade, mas o avião presidencial não pôde aterrissar devido ao mau tempo. Por isso, da Região dos Campos Gerais, a comitiva seguiu para São Paulo, onde o presidente tinha uma agenda pessoal para cumprir.
Por isso, da Região dos Campos Gerais, a comitiva seguiu para São Paulo, onde o presidente tinha uma agenda pessoal para cumprir.

As autoridades e representantes da comunidade acadêmica presentes em cada um dos quatro campi  puderam conversar entre si ao longo do evento. “Estamos inaugurando esses campi em um dia muito especial, o dia dos professores”, lembrou, de Telêmaco Borba, Luiz Gonzaga de Araújo, professor no exercício da reitoria do IFPR. “Mesmo o Lula não estando aqui presencialmente, gostaríamos de agradecer pela atenção dedicada por este governo à Educação Profissionalizante”, disse. “O país tem uma carência enorme de técnicos, mas isso está sendo amenizado pelo crescimento dos institutos federais”, completou.

“Esses alunos que estamos formando serão disputados a unha pelas empresas do estado, porque a qualidade dos estudantes formados pelos institutos está acima da média”, disse, de Umuarama, o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Paulo Bernardo. Durante a cerimônia, o presidente Lula ligou a ele, informando sobre a impossibilidade de o avião pousar em Telêmaco Borba. “O presidente lamentou muito não poder estar aqui conosco, porque os institutos federais são a menina dos olhos dele, ele sempre cobra do ministério da Educação notícias sobre o andamento da ampliação da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, e nós, do Planejamento, temos dado suporte a esse crescimento”, afirmou.

O governador do Paraná, Orlando Pessuti, estava no Campus Telêmaco. Ele parabenizou o Governo Federal pela interiorização do Ensino Profissionalizante: “Quando era adolescente, nós não tínhamos a oportunidade que milhares dos jovens do Paraná terão daqui para a frente; só pude começar a frequentar uma boa escola aos 18 anos de idade, porque nessa época não se pensava a Educação como ela deve ser pensada, como algo com poder de mudar a realidade social e econômica de um país”. “É esse presidente, metalúrgico, que tantos criticam por não ter diplomas, que está à frente de uma verdadeira revolução na Educação brasileira”, disse.

A prefeita de Jacarezinho, Valentina Helena de Andrade Toneti, deu um dos depoimentos mais emocionantes do encontro. Ela relembrou a infância e as dificuldades enfrentadas pela família para que ela pudesse estudar. “Eu tive de desistir do curso de música na Universidade Federal do Paraná (UFPR) porque não tínhamos dinheiro para eu me manter em Curitiba; mas superamos esta e outras dificuldades; hoje, depois de muita luta, a filha do feirante e o operário (o presidente Lula), estão entregando à comunidade de Jacarezinho uma escola do porte do IFPR”, disse.

Representando a comunidade acadêmica do IFPR, a estudante do curso técnico em Informática do Campus Paranavaí, Josimara Lisboa, falou sobre a relevância da escola, do ponto de vista de quem estuda nela. “Conheci o IFPR por meio de uma chamada para o processo seletivo na Televisão; sempre estudei em escolas públicas e vi no Instituto uma maravilhosa oportunidade de crescimento”. Como todos os presentes, ela também não deixou de falar sobre o presidente da República: “Gosto muito do Lula, no meu ponto de vista, com toda a sua história de vida, ele foi o que mais se preocupou com a Educação”.

O prefeito de Telêmaco Borba, Eros Danilo de Araújo, também agradeceu ao presidente pelos investimentos no Ensino Profissionalizante na cidade. “Só me entristece ver algumas pessoas  criticarem essa iniciativa, dizendo que o que se está fazendo é inaugurar uma escola velha; todos que estão aqui podem conferir que essa estrutura toda, em plena fase de expansão, ainda está cheirando a tinta”. “Velha é a mentalidade de algumas pessoas, que não conseguem enxergar os avanços sociais desse governo”, afirmou, ao se referir à reportagem publicada por um jornal do estado, no dia da inauguração.

Juntos, os quatro campi inaugurados oferecem, para o ano que vem, 970 vagas em 23 cursos técnicos, todos públicos e gratuitos. As inscrições para o processo seletivo 2011 estão abertas e podem ser efetuadas pelo site www.ifpr.edu.br até o dia 8 de novembro.

Em todo o país, são 38 institutos e 340 campi, que somam 337 mil matrículas em cursos técnicos, educação de jovens e adultos, cursos superiores de tecnologia, licenciaturas e pós-graduação. Até o final do ano, serão pelo menos mais 14 unidades, alcançando a meta de 354 escolas da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica.

Topo