Prefeitura de Capanema doa terreno para construção de câmpus do IFPR – Instituto Federal do Paraná

Notícias

Prefeitura de Capanema doa terreno para construção de câmpus do IFPR

Publicado em

Copiado!

A Prefeitura do município de Capanema, região sudoeste do Paraná, cedeu um terreno de aproximadamente 60 mil m² ao IFPR para a implantação de um câmpus do Instituto. A cerimônia de entrega foi realizada na manhã desta segunda-feira (13). Capanema é um dos sete novos câmpus do IFPR a serem inaugurados até o ano de 2014, no contexto da ampliação da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, anunciada pela presidenta Dilma Roussef em agosto do ano passado. As outras seis unidades serão instaladas em Pitanga, Cascavel, União da Vitória, Pinhais, Colombo e Jaguariaíva. 
Cada um desses câmpus receberá do Ministério da Educação (MEC) a estrutura mínima para o seu funcionamento: 60 professores, 45 técnicos administrativos e os recursos necessários para a implantação, cargos e funções.
O terreno doado pela Prefeitura de Capanema, contrapartida para a cidade receber os investimentos federais, já foi vistoriado pela Comissão de Expansão do IFPR.

De acordo com o reitor do IFPR, Irineu Colombo, ainda não é possível definir quais cursos serão abertos em Capanema. “A Comissão de Expansão está desenvolvendo um amplo estudo, que analisa variáveis como as competências econômicas da região, a real necessidade de mão de obra e as demandas dos setores produtivos e dos moradores”, explica. “Esse estudo será entregue aos futuro diretor geral do Câmpus, que definirá quais cursos serão efetivamente implantados”, afirma.

De qualquer forma, segundo o reitor, a previsão é a de que o Câmpus Capanema inicie suas atividades oferecendo dois cursos técnicos. A previsão é a de que em julho tenha início a licitação para a contratação da empresa que irá executar as obras de construção do câmpus.
A cerimônia de doação do terreno contou com a presença de diversas autoridades, entre elas a do chefe de gabinete da ministra chefe da Casa Civil, Carlos Carboni.

Capanema

A Região de Capanema começou a ser povoada na década de 1950, quando surgiram as primeiras correntes imigratórias de origem alemã e italiana, vindo do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Capanema foi desmembrada do Município de Clevelândia em 1951 e elevada a categoria de município com instalação definitiva em 1952.  A cidade, localizada em faixa de fronteira com a Argentina, fica a 650 km de Curitiba, tem cerca de 19 mil habitantes e economia baseada na Agricultura.

Expansão

No site do Ministério da Educação foi criado um espaço que reúne diversas informações sobre a expansão dos institutos e universidades federais. O painel público pode ser acessado pelo link https://portal.mec.gov.br/expansao/

Com informações da Prefeitura de Capanema

Topo