Campi de Assis Chateaubriand e Umuarama são campeões na VII Jornada de Foguetes! – Instituto Federal do Paraná

Notícias

Campi de Assis Chateaubriand e Umuarama são campeões na VII Jornada de Foguetes!

Publicado em

Copiado!

Encerrou-se neste domingo (1) a VII Jornada de Foguetes, e os campi de Assis Chateaubriand e Umuarama foram campeões! “A premiação vem coroar um trabalho realizado no âmbito de uma educação interdisciplinar de qualidade, envolvendo Física, Química e Matemática”, afirma Alan Rodrigo Padilha, Diretor-Geral de Umuarama.

Realizada desde 2009, a Jornada é um evento nacional que reúne cerca de 100 equipes de alunos do Ensino Médio, classificados entre os participantes da Mostra Brasileira de Foguetes (Mobfog), a qual envolve escolas de todo o Brasil cadastradas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Em 2015, a VII Jornada de Foguetes ocorreu no período de 29 de outubro a 1º de novembro, no município de Barra do Piraí (RJ), sendo dividida em duas turmas. Apenas dois times do estado do Paraná conseguiram se classificar para a competição, ambos do IFPR: o Campus Assis Chateaubriand e o Campus Umuarama. Os protótipos de foguetes são feitos de garrafas pet, e o combustível utilizado é à base de vinagre e bicarbonato de sódio, os quais, por meio de uma reação química, pressurizam o foguete. No evento, o astronauta brasileiro Marcos Pontes fez uma palestra para os alunos. Segundo ele, a jornada permite a integração de estudantes de diversas partes do país que têm os mesmos sonhos, além de incentivar novos interessados no programa espacial brasileiro: “Temos jovens bastante talentosos na área de engenharia. Do ponto de vista dos professores, é uma razão de motivação na carreira”, ressaltou.

“A de Anarquia” – Campus Umuarama

Este foi o terceiro ano consecutivo em que a equipe “A de Anarquia”, de Umuarama, se classificou para a etapa nacional da Jornada de Foguetes, após o ótimo desempenho conquistado durante a “Mostra de Foguetes e Lançamento de Dardos”, realizada no dia 06 de maio na Unipar. Com as marcas de 143m e 144m atingidas na competição nacional, a equipe conquistou seu bicampeonato.

“Sonho que se sonha junto é realidade”, diz o professor Otávio Sakai, orientador da equipe, citando Raul Seixas. “Somos bicampeões da Jornada Brasileira de Foguetes! Igor, André e Leonardo, obrigado pelo aprendizado, empenho e dedicação durante esses últimos três anos juntos lançando foguetes!”, comemora Otávio, mencionando os estudantes e membros do time Igor Arcanjo, André Murilo e Leonardo Umemura, do curso Técnico em Química Integrado ao Ensino Médio.

“Rocket’s Team” – Campus Assis Chateuabriand

O “Rocket’s Team”, do Campus Assis Chateaubriand, também representou o Instituto e o estado do Paraná na competição. Ele é formado pelos alunos Rafael Prates, Guilherme Tizon, Gabrieli Cavalheiro e Ana Carolina Borian, dos cursos Técnico em Eletromecânica e Técnico em Informática, e coordenado pela laboratorista Graciana Sousa e pelo professor de Física Bruno Garcia Bonfim.

Ao alcançar a marca acima de 140m, a equipe também recebeu a premiação de campeã, para alegria da unidade – na Jornada, o título é fornecido àqueles que atingem esse patamar. “A equipe obteve 189.7m de alcance, ficando entre as 5 melhores do Brasil e a número 1 no Paraná!”, comemora Bruno. “Essa atividade promoveu o espírito de equipe entre os estudantes e servidores envolvidos, que rapidamente evoluiu para um time, que chamamos de ‘Rocket’s Team’, devido ao foco, alinhamento de ideias e objetivos em comum entre os integrantes. Vejo que tal premiação valorizou o empenho, a dedicação e o contato com esse ambiente investigativo que constitui a Ciência”, finaliza o docente.

Entenda a Mobfog

A Mostra Brasileira de Foguetes (Mobfog) é um evento aberto à participação de escolas públicas ou privadas, urbanas ou rurais, previamente cadastradas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

Ela envolve desde alunos do primeiro ano do Ensino Fundamental até alunos do último ano do Ensino Médio. A Mobfog ocorre dentro das próprias escolas, em duas fases, sendo realizada dentro de um só ano letivo. A participação dos estudantes é voluntária e não há número mínimo ou máximo de equipes, embora o recomendado seja que cada equipe tenha no máximo três discentes.

A Jornada de Foguetes, de âmbito nacional e organizada anualmente, reúne as equipes mais bem classificadas durante as mostras locais.]]>

Topo