Dia da Consciência Negra é lembrado com eventos em vários campi – Instituto Federal do Paraná

Notícias

Dia da Consciência Negra é lembrado com eventos em vários campi

Publicado em

Copiado!

No dia 20 de novembro, é celebrado o Dia Nacional da Consciência Negra. Em homenagem a essa data, os campi do IFPR estão realizando diversas atividades. “As instituições educacionais são espaços de diversidade, onde se aprende a conviver com a pluralidade”, comenta a pedagoga Marilisi Fischer, da Pró-Reitoria de Ensino. “No entanto, é comum que se ponha em dúvida a possibilidade de a instituição enfrentar questões difíceis de tratar nos demais espaços sociais. Eventos com temas alusivos à consciência negra dão visibilidade e ressignificam a questão”, complementa.

No Campus Avançado Goioerê, entre os dias 16 e 18 de novembro, acontecerão diversas atividades, como apresentação de grupo de capoeira, seminários, debates, exposição, oficina, declamação de poesia, bate-papo sobre blues, workshop sobre guitarra elétrica e apresentação de filme.

No Campus Irati, por sua vez, as atividades relativas à Semana da Consciência Negra também começam no dia 16, encerrando-se no dia 20. Nos intervalos das aulas, os estudantes e servidores serão provocados com temas que envolvem a situação da população negra no Brasil e no mundo, nos mais diferentes contextos sociais. Serão expostos murais e painéis com imagens e pequenos textos, com o intuito de despertar a reflexão sobre a desigualdade racial e as problemáticas sociais enfrentadas pela população negra, e também serão apresentadas paródias e poesias.

No Campus Paranavaí, entre os dias 18 e 20, a semana terá o tema “Orgulho de ser consciência negra”. O evento contará com exposições de fotografias e vídeos, atividades culturais e mesas-redondas.

Em Paranaguá também ocorrerão atividades relativas à Semana da Consciência Negra. Entre os dias 18 e 22, serão realizadas mesas-redondas, roda de conversa e apresentação musical, com a seguinte programação:
18/11: Mesa redonda: “Consciência negra em debate: resistência, cultura e identidades”
19/11: Roda de conversa: “Dívida histórica e ações afirmativas: uma reflexão necessária”
20/11 : Mesa redonda “Consciência negra em debate: resistência, cultura e identidades”
22/11: Lançamento da coletânea “Conexão Rap Litoral”, com o cantor DuRap

Em Pinhais, nos dias 19 e 20, será realizada a I Semana da Consciência Negra. A programação conta com atividades culturais, rodas de discussão e oficina.

No Campus Curitiba, na sexta-feira (20), acontecerá o evento “Roda Negra: Consciência e Resistência”, organizado em parceria entre o campus, a Proens e a Proepi. Durante o dia será exibido o documentário etnográfico “Iê: capoeira em Curitiba”, além de rodas de capoeira e de conversa. Confira a programação completa.

Para Larissa Mellinger, Diretora de Extensão, Inclusão e Cultura, da Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação (Proepi), o tema do evento é importante para que as pessoas conheçam e reflitam sobre a cultura negra. “Acredito que esse evento será importante no sentido de colaborar com as discussões em torno da temática apresentada, reafirmando as políticas de inclusão do IFPR, dando visibilidade e valorizando a cultura negra e suas formas de organização. Além disso, consolida a parceria com a Fundação Cultural de Curitiba, de extrema importância para a construção da política cultural do Instituto”, salienta.

Em Jaguariaíva, a I Mostra de Cultura Afro “Protagonistas da História” será realizada no dia 20, no Cine Teatro “Valéria Luercy”. A programação conta, por exemplo, com apresentações musicais, de dança e de teatro e com declamação de poesia.

Também no dia 20, em Cascavel, será realizada a II Semana da Consciência Negra do grupo de pesquisa Letras, História, Sociedade e Tecnologias. O evento contará com apresentação de vídeo, palestras, roda de conversa e oficinas didáticas. No mesmo dia, no Campus Colombo, será realizada uma mesa-redonda abordando estratégias contra o racismo, além de ser exibido um filme que trata da desigualdade na história dos negros no Brasil e, também, uma mostra fotográfica com produções dos estudantes da unidade. Seguindo na mesma data, o Campus Foz do Iguaçu realizará uma sessão de fotos com a comunidade do campus. Trata-se de uma campanha com o seguinte tema: “O que é Consciência Negra?”, sugerida pelos alunos nas aulas da disciplina de Sociologia, ministradas pelo Professor Franco Harlos, que abordou “racismo e preconceito”, e tem o objetivo de sensibilizar a comunidade, pela via da aproximação com pessoas do nosso cotidiano.

Em Telêmaco Borba, também na sexta-feira, serão realizadas atividades relacionadas à data, como exposição de jornal e dinâmica com leitura de poemas. Coordenado pela professora Míriam Juliana Pastori Bosco, o Clube de Literatura também preparou um marca páginas com textos de escritores africanos, os quais serão distribuídos para os servidores. No Campus Astorga, também acontecerão atividades relacionadas ao dia. Serão realizadas oficinas e debates sobre a condição do negro na sociedade brasileira. Em Assis Chateaubriand, a comunidade do campus também poderá participar de evento alusivo à data. Na sexta-feira, haverá discussão sobre temas relacionados à cultura negra, palestras, apresentações culturais e roda de capoeira.

No Campus Ivaiporã, no dia 21, será realizado o evento “Afrobetizando”, com debate entre professores, exibição de filme e apresentações culturais.

No dia 23, acontecerá o I Encontro sobre Cultura, Identidade e Consciência Negra no Campus Capanema. O evento contará com palestras, apresentações culturais e exposição de trabalhos durante o dia todo. No mesmo dia, no Campus Avançado Barracão, será realizada uma atividade interdisciplinar atrelada à oficina “Polêmica-Ação: cotidiano em debate”, quando serão abordados conceitos biológicos, históricos, culturais e linguísticos sobre a temática “Consciência Negra”. O momento servirá para provocar nos alunos uma reflexão sobre o preconceito racial.

Sobre o dia 20 de novembro

O dia 20 de novembro foi escolhido como uma homenagem a Zumbi dos Palmares, data na qual morreu, lutando pela liberdade do seu povo no Brasil, em 1695. Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, foi um personagem que dedicou a sua vida lutando contra a escravatura no período do Brasil Colonial, onde os escravos começaram a ser introduzidos por volta de 1594.

A COM quer saber!

Seu campus também desenvolverá atividades relacionadas à Semana da Consciência Negra e não foi mencionado? Entre em contato conosco para que possamos atualizar a matéria: comunicacao@ifpr.edu.br.]]>

Topo