Carta do III FMEPT reafirma papel da educação profissional e tecnológica – Instituto Federal do Paraná

Notícias

Carta do III FMEPT reafirma papel da educação profissional e tecnológica

Publicado em

Copiado!

Os organizadores do III Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica (FMEPT), ocorrido em Recife/PE entre os dias 26 e 29 de maio de 2015, disponibilizaram na íntegra a Carta de Princípios através da qual o referido Fórum reafirma e consolida, por meio dos resultados dele advindos, a sua temática central: Diversidade, Cidadania e Inovação.

Esses três temas foram dialogados e aprofundados durante as palestras, conferências, apresentações culturais, mostras tecnológicas, oficinas e feiras temáticas desenvolvidas no evento, caracterizado, sobretudo, por intensas e proveitosas discussões. Ao longo do III FMEPT, novos cenários foram sendo delineados sob os vários matizes que compõem a vida em sociedade, ancorados, especificamente, nas discussões acerca do que se entende por diversidade, associando-se a esse movimento, também, os princípios que fundamentam o exercício da cidadania.

Entre os 15 princípios que os 21.500 participantes do III FMEPT defendem, estão os seguintes:

– Reconhecimento do direito à educação, como um direito de todos os cidadãos do planeta, respeitada toda a diversidade humana;

– Combate sistemático às intolerâncias e violações dos direitos humanos, principalmente aos grupos socialmente vulneráveis – crianças e adolescentes, pessoas com deficiência, população idosa, população LGBTT, ciganos, migrantes, refugiados, entre outros;

– Integração dos entes da federação em torno do sistema nacional de educação visando ao fortalecimento das bases para uma formação inovadora:
a) centros de formação profissional conectados com o seu entorno de modo a fortalecer a relação entre a escola e a vida real, gerando, também, um ecossistema para o desenvolvimento da inovação;
b) formação de profissionais inovadores capazes de resolver problemas, que sejam bons comunicadores e que trabalhem em equipe.
c) desenvolvimento de projetos de inovação articulados por docentes e estudantes a partir da inter-relação entre setor público e privado com vistas à resolução de problemas da sociedade;
d) investimento na formação dos profissionais formadores, na melhoria dos processos de gestão e nos centros tecnológicos.

Todos os demais pontos podem ser vistos na Carta de Princípios, que objetiva garantir o direito à formação humana, cidadã e política da juventude por meio das políticas de inclusão social, para que desenvolvam cultura política, ampliem suas escolhas, conheçam seus direitos, advindos da diversidade, e exerçam sua cidadania plena.

Diversos representantes do IFPR participaram do III FMEPT, como você pode conferir aqui.

Fonte de informações: https://www.fmept.org/pt/]]>

Topo