Trabalhadores da Construção Civil poderão ter certificação profissional – Instituto Federal do Paraná

Notícias

Trabalhadores da Construção Civil poderão ter certificação profissional

Publicado em

Copiado!

O Instituto Federal do Paraná (IFPR) e a Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária do Paraná (SETS) lançam no dia 30 de agosto, terça-feira, às 10h,  no auditório do IFPR (João Negrão, 1285 – Rebouças), a Rede Certific na capital do Paraná. Na solenidade, que contará com a presença do reitor do IFPR, Irineu Mario Colombo e do secretario estadual Luiz Claudio Romanelli, será lançado edital que convoca os trabalhadores da construção civil interessados para inscrição no processo de certificação profissional entre os dias 1º e 20 de setembro. A participação é gratuita.

Inicialmente, no projeto piloto realizado pelo IFPR Campus Curitiba, o edital contempla o perfil profissional de Pedreiro com ensino fundamental completo e mais de 18 anos. Desta forma, os trabalhadores que atuam ou já atuaram na Construção Civil que quiserem uma certificação profissional poderão se inscrever gratuitamente na Agência do Trabalhador (Pedro Ivo, 744) ou no site www.ifpr.edu.br.

Rede Certific

A Rede Certific é uma política pública de certificação dos conhecimentos adquiridos no decorrer da vida e do trabalho. Trata-se de um programa federal, promovido em instituições federais de educação profissional e tecnológica, que podem realizar parcerias com a sociedade civil ou com os governos municipais e estaduais para sua viabilização. Esta é a estratégia para esta primeira etapa do programa no Paraná. A parceria com Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária do Paraná,  Secretaria Estadual da Educação, Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil e o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Paraná tornaram possível a implantação do projeto.

Certificação profissional

O processo completo é de pelo menos diferentes etapas desde a inscrição, participação em palestra de orientação e sensibilização, preenchimento de questionário sócio-profissional, matrícula e classificação por grupos, reconhecimento de saberes por meio de entrevistas e avaliações realizadas por equipe multidisciplinar, até a certificação profissional para os trabalhadores que apresentarem os saberes e escolarização necessários.

Topo