Campanha ajuda estudantes e trabalhador a tomar decisões – Instituto Federal do Paraná

Notícias

Campanha ajuda estudantes e trabalhador a tomar decisões

Publicado em

Copiado!

Jovens estudantes e trabalhadores de todo o país já podem obter informações detalhadas, pela internet e em campanha publicitária do governo federal, sobre o ensino técnico e tecnológico e sobre o recém-criado Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). De posse das informações, fica mais fácil tomar decisões e escolher melhor o curso e a unidade de ensino.

O estudante que pretende cursar o ensino técnico e profissionalizante conta hoje no país com 38 institutos federais de educação, ciência e tecnologia. Eles estão vinculados à Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Nos últimos oito anos, o Ministério da Educação entregou à população 214 unidades de ensino técnico, previstas no plano de expansão da rede. Até o fim do próximo ano, a rede contará com 88 novas unidades.

Na página dedicada ao ensino técnico,  além do acesso a informações sobre educação profissional e tecnológica, o estudante pode conferir o mapa de toda a rede federal e saber tudo o que precisa sobre cursos e profissões. Para o professor do Instituto Federal do Paraná, Celso Luiz Buiar (Câmpus Curitiba), os estudantes mais jovens que procuram os cursos técnicos são pessoas que já traçaram metas e estão à procura de formação. Já os graduados voltam-se para os cursos técnicos para melhor se adequarem ao mercado de trabalho.

Quanto ao Pronatec, a proposta inicial é beneficiar 8 milhões de brasileiros com cursos técnicos oferecidos pela rede federal, por redes públicas estaduais, redes particulares, Sistema S e entidades particulares sem fins lucrativos. O programa se propõe a oferecer um conjunto de ações destinadas a ampliar e democratizar a oferta de vagas na educação profissional brasileira.

A Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) está divulgando campanha publicitária sobre o Pronatec,  com informações sobre as diferentes formas de acesso ao programa, além de mostrar o ensino técnico e profissional como ferramenta de promoção do desenvolvimento sustentável, com redução de desigualdade e geração de oportunidades para todos.

Informações: Setec/MEC

Topo